iPoomWeb Agência Digital

Blog - Mercado

Erros fatais cometidos em sites e blogs

Publicado em 28.06.2017 às 16:30 | Postado em: Mercado | Fonte: designersbrasileiros.com.br
Compartilhe:

ocê possui um Blog ou Site e por mais que tente parece que as visitas não chegam e você nunca é encontrado com um bom posicionamento através dos campos de buscas?

Bom as vezes o problema não está em seu conteúdo e sim e outros componentes que acabam atrapalhando a analise do Google para rankear seu site.

Pensando nisso eu separei alguns erros que muitas pessoas cometem sem perceber e que acabam colando o site em ruínas.

1 – Código HTML e CSS

Um que geralmente passa despercebido por muitas pessoas é e o motivo do blog não ter uma boa posição no ranking de buscas no Google são problemas na sintaxe do código que acaba acarretando na renderização e indexação da página.

É para encontrar estes erros você não precisa ser especialista em programação, atualmente existem ferramentas onde você disponibiliza a URL do seu site ou Blog e ele te informa onde estão os erros e quais são eles. Feito isso é só você procurar por um profissional capacitado para resolvê-los.

2 – Domínio do Website

O nome do seu domínio é muito mais que sua identidade, muitas pessoas não dão muita importância para isso e acabam colocando nomes muito grandes e difíceis de compreender no domínio, isso acaba dificultando tanto para o leitor quanto para o próprio Google.

Geralmente sites com o nome muito longo tem o pior rankeamento no Google, e como prova disso é muito simples, pesquise algo no Google e veja os primeiros colocados, com certeza o nome deles é curto e fácil de memorizar.

3 – Título do Website

O título é o item mais importante do seu website, aproveite bem ele colocando a palavra chave em que seja trabalhar sempre no inicio do titulo e procure não repeti-lo.

Uma página não deve conter dois títulos iguais e para você verificar se não há nenhum conteúdo repetido utilize o comando site: no campo de pesquisa do Google, por exemplo, site:seublog.com.br e será listado todos os títulos do seu website e você conseguirá verificar se tem algum repetido.

A ferramenta Google Webmaster Tools também possui a mesma função.

4 – Exibição do site em outros dispositivos

Em pouco tempo as buscas serão a grande maioria vinda de dispositivos moveis já que este tipo de busca está crescendo em passos largos. Por conta disso o Google está valorizando sites que possuem layout responsivo.

Ou seja, quando o layout se adapta em qualquer resolução de tela, além disso, o Google prefere por conta da facilidade de acessar o conteúdo e compartilha-lo.

Caso seu site não seja responsivo recomendo que você o adapte para a nova realidade que está dominando a Web.

5 – Plataforma do site

Além disso, o servidor que o site está hospedado também pode afetar a sua posição, com erros comuns como:

Tempo de resposta: Quando o servidor demora muito para entregar o conteúdo, o leitor acaba desistindo do seu site;
Timeout: Outro erro que ocorre quando o servidor demora a responder uma requisição;
Limite de Transferência: Alguns servidores acabam limitando a quantidade de transferência sendo péssimo em termos de SEO
Tipo de Hospedagem: Verifique se o tipo de hospedagem do seu site é compartilhado ou dedicado, caso seja compartilhada é o caso de vários sites estarem sendo hospedados em um mesmo IP podendo haver até mesmo penalização para o seu site.

Você sabia?

Na agência iPoomWeb, desenvolvemos o seu site desde a concepção do projeto, ou seja, os sites desenvolvidos pela iPoomWeb são totalmente desenvolvidos por nossa agência, utilizando de códigos próprios, não utilizando plataformas de gerenciamento de sites terceirizadas.

Desta forma, nossos sites são seguros e personalizados de acordo com as necessidades da sua empresa, pois temos uma equipe de web designers e programadores para garantir a melhor qualidade para sua empresa na web.

Continue lendo o artigo »

Confira dicas para melhorar a gestão do seu E-commerce

Publicado em 03.05.2017 às 14:56 | Postado em: Mercado | Fonte: news.comschool.com.br
Compartilhe:

O bom momento do e-commerce no Brasil coloca o setor em um dos momentos mais agradáveis aos novos empreendedores. A grande questão está quando o número crescente de público contribui para o aumento da concorrência no mercado. Quanto mais o mercado cresce e se torna rentável, maior o número de investidores.


Confira algumas dicas para definir um planejamento eficaz a ponto de assegurar um bom crescimento da sua loja virtual:
Crescimento financeiro:


Colocar uma meta de faturamento é muito importante para o crescimento da empresa. Lembre-se que todo crescimento requer investimento, seja em tecnologia, marketing ou pessoas, estando alinhado com os custos. O ideal é comparar com concorrentes do mesmo mercado.


Gestão dos dados financeiros:
Para quem está começando, é vital entender os números e criar um modelo de controle, seja ele uma planilha no Excel ou um ERP simples. O empreendedor deve entender os conceitos e encontrar uma forma de medir seus custos, lucros e resultados.


Novas métricas para o e-commerce:
Identifique quesitos que ainda não foram controlados e aplique correções, caso estejam abaixo do esperado. Alguns exemplos são: a taxa de conversão de visita de vendas (quantas empresas eu visito e quantas consigo vender), Retorno de Investimento (ROI) de uma campanha de Google ou percentual de inadimplência. O importante é ter um plano de ação para quando essas métricas não estiverem boas.]


Controle gastos:
Um erro comum entre pequenas empresas é projetar um crescimento de receita e gastos juntos. A lógica de que “é preciso gastar mais para vender mais” é perigosa, pois muitas vezes atingimos o plano de despesas, mas não batemos a meta de vendas. Tente projetar metas mais curtas, mensais, trimestrais e só comece a aumentar os gastos quando tiver confirmação das transações, mantenha o pé no chão.


Escute mais seus clientes:
É extremamente importante escutar o que o cliente pensa e através disso identificar pontos de melhoria e impulsionamento. Para não deixar o objetivo abstrato, coloque uma meta de quatro agendas anuais, com cinco clientes por vez. Ao final de cada etapa, chame o seu time e discuta o valioso papo com os clientes.


Atenção ao time:
O funcionário é muito importante para empresa, afinal ele coloca a mão na massa e muitas vezes recebe o feedback de diferentes lados, o que possibilita novos olhares. Um colaborador desmotivado ou que “jogue contra” pode deixar toda uma área com problema. Planejar reuniões estruturadas de feedback com o time é vital para saber como está o clima organizacional, além de estratégico. Assim, o gestor pode estimular o crescimento das pessoas, desenvolvendo o trabalho em equipe.


Vise o mercado:
Uma grande possibilidade de analisar o mercado e sentir o que ele pede é participando de eventos relevantes no setor de atuação. Faça um calendário com 3 a 4 eventos, marque suas observações e leve isso para análise em equipe.


Prepare pessoas para o próximo estágio:
Saber como gerir uma equipe é essencial para empresas que estão em crescimento. Prepare seus funcionários para enfrentar novos desafios para que assim, juntos, a empresa chegue longe. Liste quais as primeiras tarefas que podem ser delegadas, coloque-as em um cronograma ao longo do ano e repasse o plano a cada mês ou trimestre, sempre motivando e ouvindo os funcionários.


Acredite sempre:
Um grande empreendedor se dá pela capacidade de planejar e, principalmente, de executar seus sonhos e projetos. Entenda que nessa jornada será preciso se doar muito e motivar os outros. Esteja motivado, focado e com todo o gás para levar o seu e-commerce cada vez mais longe.

Continue lendo o artigo »

7 grandes erros de marketing que a maioria das empresas comete

Publicado em 01.05.2017 às 14:34 | Postado em: Mercado | Fonte:
Compartilhe:

Conheça os principais erros das empresas quando o assunto é marketing

Quando o tema é marketing, além dos especialistas nesse assunto, muita gente acredita que conhece de tudo e está preparada para definir estratégias e planos.

Mas, acredite: marketing é uma ciência exata e exige conhecimento. A notícia boa é que é possível seguir algumas regras e minimizar muitos erros que acontecem com tantas marcas.

Confira aqui os 7 pecados capitais quando o assunto é marketing:

1 – “Achar” que conhece bem o seu cliente

Tenha certeza! Com um rápido levantamento você poderá conhecer, de fato, quem é o seu cliente.

Hoje, no marketing digital, o chamamos de persona ou avatar. Esse cliente deve ser descrito com detalhes, como idade, sexo, região em que mora, comportamentos, hábitos, medos, sonhos e desejos.

2 – Não conhecer a opinião das pessoas sobre o seu produto ou serviço

Muitas vezes, achamos que o que atrai o cliente é um determinado item do trabalho, mas, de fato, é outro. Conheça o que o seu usuário enxerga como proposta de valor para a sua marca e o porquê.

3 – Fazer uma venda e esquecer de se relacionar

A melhor venda é aquela que deixa o cliente satisfeito e encantado a ponto de recomendar a marca.

Então, crie um programa de relacionamento para “cuidar” do seu cliente. Pode ser uma ligação de pós-venda para verificar a satisfação com a entrega, o envio de um cartão de aniversário, um cupom de desconto para a próxima compra etc.

Continue lendo o artigo »

Você sabe porque ter um blog no seu site é tão importante?

Publicado em 09.02.2017 às 15:48 | Postado em: Mercado | Fonte:
Compartilhe:

Você procurou no Google e achou este post?
Um blog é importante para promover seu negócio ou para se aprimorar como profissional.

O blog pode ser considerado um dos primeiros canais sociais. Antes mesmo de Facebook, LinkedIn, Twitter e Instagram, as empresas já utilizavam a plataforma para se relacionar com o seu público interno e externo. Trata-se de uma ferramenta de comuicação digital muito útil, uma vez que possibilita e facilita a interação, incentiva o diálogo e a troca de informações entre empresa e clientes.

Naturalmente, um blog tem um papel diferente de um website. Enquanto um site é composto por um conteúdo mais voltado para o institucional, oferta, produtos e serviços, o teor de um blog é o diálogo, interação e relacionamento.

Comunicação digital: para que serve mesmo um blog?

A regra inicial para utilizar essa ferramenta com eficácia é ter em mente o objetivo do canal, alinhado com as outras iniciativas de comunicação digital. É fundamental que o blog tenha um layout atrativo, conteúdo de qualidade e aborde novidades e temas de interesse do seu público alvo. Sua empresa pode optar por um blog corporativo que deve ser uma extensão da companhia e deve estar adequado com a sua imagem ou, ainda, pode optar por um blog pessoal do seu principal executivo, que permitirá o uso de linguagem mais informal e direta.

Tenha em mente que um blog coloca a sua marca na rede. As palavras-chaves dos textos publicados na plataforma, alinhadas a uma estratégia de otimização (SEO) podem levar a sua marca para a primeira página de um site de busca, como o Google. Com isso seu blog terá mais tráfego e poderá ser facilmente encontrado. Para se ter uma ideia da importância disso, recentemente uma pesquisa revelou que 80% dos brasileiros pesquisam produtos na internet antes de comprá-los. Portanto, utilize ferramentas que possam monitorar o tráfego do seu blog, identificar quantas pessoas visualizam seus posts e principalmente, o perfil destes leitores.

Para aproveitar o que esse canal tem de melhor, ofereça conteúdos dinâmicos e que tragam valor para o seu público alvo. Um blog exige tempo e dedicação, pois ele pode ser um importante canal adicional para sua estratégia de construção de relacionamentos e de formação de opinião.

Continue lendo o artigo »

Logística no e-commerce – Uma etapa que não pode ser negligenciada

Publicado em 05.12.2016 às 15:11 | Postado em: Mercado | Fonte: guiadeecommerce.com.br
Compartilhe:

A questão da logística no e-commerce é um dos pontos mais importantes para as lojas virtuais, visto que, se não for bem trabalhada, pode colocar todo o seu trabalho a perder.

Lembre-se de que o prazo e a entrega bem sucedida do seu produto são fundamentais para a plena satisfação do seu cliente. Portanto, você deve dispensar uma atenção toda especial à logística no e-commerce.

Pela definição de logística do Council of Logistics Management:

“Logística é a parte do gerenciamento da cadeia de abastecimento que planeja, implementa e controla o fluxo e armazenamento eficiente e econômico de matérias-primas, materiais semi-acabados e produtos acabados, bem como as informações a eles relativas, desde o ponto de origem até o ponto de consumo, com o propósito de atender às exigências dos clientes”

Podemos definir a logística no e-commerce como a parte do gerenciamento de uma loja virtual encarregada de planejar e controlar o armazenamento e fluxo dos produtos, assim como as informações relativas a eles, desde seu ponto de origem até seu destino final.

Dentro desata definição, a logística no comércio eletrônico engloba as seguintes tarefas:

Recepção e conferência dos produtos
Estocagem dos produtos no galpão
Envio dos produtos para a preparação do pedido – Picking
Envio dos pedidos para a transportadora
Rastreamento de pedidos enviados
Controle de entrega
Para que a logística no e-commerce funcione de forma perfeita, se faz necessário que todas estas etapas sejam inseridas em ferramentas de rastreamento dos pedidos, permitindo um melhor controle das diferentes operações, e dando aos clientes informações em tempo real da fase em que se encontra o produto adquirido.

A importância da logística no e-commerce

Qual é a importância da logística no e-commerce
Qual é a verdadeira importância da logística no e-commerce
Todos nós sabemos que o prazo de entrega e o valor do frete exercem um influência muito grande na hora da compra em lojas virtuais, por isso, podemos tratar a logística em lojas virtuais como um verdadeiro diferencial que poderá inclusive aumentar a taxa de conversão da sua loja.

Muitos empreendedores cometem o erro de deixar esta questão para o final do planejamento, mas na verdade ela deve estar aliada a outras decisões, já que, por exemplo, será necessário que a plataforma de e-commerce esteja conectada ao seu processo de entrega, para um bom gerenciamento das operações.

Da mesma forma que a questão da logística no comércio eletrônico influencia a decisão de compra, ela também é fator decisivo para a satisfação do cliente que compra em sua loja.

Uma mercadoria entregue de forma rápida e eficiente é um belo desfecho para uma compra em sua loja. Por isso devemos nos preocupar em oferecer uma grande experiência de frete a quem compra em nossa loja.

Alternativas de gerenciamento da logística

No início de atividade de uma loja virtual o volume de pedidos é normalmente baixo e é possível gerenciar a logística internamente sem maiores problemas.

À medida que se torna mais popular, a sua loja virtual passa a entregar um volume cada vez maior de pedidos e ai as coisas podem se complicar, exigindo alternativas.

Nesses casos, a delegação da atividade logística passa a ser uma opção interessante. Já dispomos de opções para a terceirização da logística no Brasil.

A terceirização da atividade logística em uma loja virtual implica em:

A logística poderá fazer a recepção, o controle e o estoque dos produtos, além de fazer o picking, empacotar e enviar os pedidos aos clientes
Fazer uma melhor gestão do retorno dos pedidos. Cada produto devolvido pode ser reintegrado ao estoque ou então descartado caso esteja em más condições
Propor aos clientes vários tipos de entrega
Algumas empresas de logística possuem frequentemente parcerias com transportadoras, conseguindo melhores preços para as lojas virtuais. Aqui mesmo no Guia de E-commerce você encontra diversas opções de fornecedores de serviços de logística para e-commerce.

Por que a logística é fundamental

O custo de um serviço de logística no comércio eletrônico pode ser bastante elevado, e ele deve ser levado em conta nos cálculos dos custos totais da loja para que seu crescimento seja sustentável.

De qualquer maneira, ter uma boa e-logística – sendo ela interna ou com o auxílio de uma boa plataforma externa – é um diferencial competitivo no processo de fidelização dos clientes de sua loja virtual.

Continue lendo o artigo »

Receba nossas novidades

Receba dicas e novidades diretamente em seu e-mail.

Categorias

Últimos Posts