iPoomWeb Agência Digital

Blog - Mobile

O design responsivo elimina a necessidade de um app?

Publicado em 14.10.2014 às 15:01 | Postado em: Mobile | Fonte: internetretailer.com
Compartilhe:

Enquanto alguns usuários se beneficiam dos aplicativos, muitos podem encontrar na construção do site com design responsivo uma forma eficiente para servir seus clientes em smartphones e tablets.

Não é segredo pra ninguém que só se fala em mobile. De acordo com a Forrester Research Inc., 29% das vendas online deste ano (com exceção de comida e viagem) serão feitas a partir de um smartphone ou tablet. O mercado não pode ignorar esses números. O tempo para capitalizar no m-commerce é agora.

Para as empresas de hoje, a questão não é se elas vão abraçar o mobile, e sim como farão isso. É natural assumir que os aplicativos são necessários para alcançar a audiência mobile. De fato, há alguns anos, os apps de mídia prometiam a melhor experiência mobile para os usuários. Recentemente, porém, o advento do design responsivo e outras tecnologias avançadas de web mudaram o jogo do mobile. Hoje, apps podem não ser necessariamente a melhor opção para criar a experiência top no mobile.

Apps possuem algumas limitações. Por exemplo, eles podem geralmente criar barreiras para as vendas porque requerem download, o que implica um passo a mais para o consumidor em potencial. Compradores casuais podem não querer se comprometer tanto a ponto de baixar o aplicativo, especialmente se eles estão à procura de um item em particular e não se importam com o local onde vão encontrá-lo. Os apps para mobile podem funcionar bem para aqueles clientes recorrentes e fiéis à marca que só compram em determinados locais.

Além disso, a manutenção do aplicativo pode ser um problema. Com as múltiplas plataformas e sistemas operacionais a considerar, produzir um app que seja útil para a massa, na verdade, requer desenvolver algumas versões diferentes do app para atender a várias necessidades tecnológicas. Isso significa mais investimento em tempo e recursos, não apenas durante o desenvolvimento inicial do app, mas toda vez que ele precisa ser atualizado. Uma alternativa é optar pelo design responsivo no site para direcionar as necessidades mobile, o que significa que as empresas podem colocar o tempo e recursos em um website e ter a garantia de que todas as atualizações vão refletir instantaneamente nos dispositivos e plataformas.

Com as opções tecnológicas disponíveis hoje, a maioria das companhias pensa duas vezes em investir em desenvolvimento de aplicativos. Porém, existem exceções. Grandes varejistas como a Amazon são beneficiados com os aplicativos por conta da quantidade e da diversidade de produtos em suas lojas. Para marcas que oferecem muito conteúdo, como blogs, vídeos e indústria de notícias, como parte de sua experiência online, também pode valer a pena manter um app.

Para a maioria das empresas, melhorar a experiência do cliente é reduzir as dificuldades no fluxo de compra e, para muitos consumidores, baixar um app é um obstáculo. Não há dúvida de que o mobile é uma preocupação importante hoje no varejo online. O boom dos aplicativos é compreensível, mas eles nem sempre podem ser a melhor opção para alguns varejistas que precisam oferecer um nível alto de experiência aos seus clientes.

Continue lendo o artigo »

  • 1

Receba nossas novidades

Receba dicas e novidades diretamente em seu e-mail.

Categorias

Últimos Posts